MC Montana – Refém do Trap letra

MC Montana – Refém do Trap lyrics

quem disse que o crime nao paga nao tava comigo quando eu comecei
um preto fudido, na terra do branco, do gringo, dinheiro e rei
depois do meu primeiro kilo comecei viver como um rei,
depois do meu primeiro kilo o trap me teve de vez.

E que eu só queria as de 100 , gucci, versace , armani, balmain
já não confiava em ninguém , o trap e o crime me fez de refém
e que eu só queria as de 100, gucci , versace, armani, balmain
já não confiava em ninguém, o trap e o crime me fez de refém

me lembro das noite gelada de fuga nos bota varias madrugada
tive que manter minha fé, sozinho sem ninguém, os amigo onde tava?
mandei dois kilo pra tua casa, disse que te amava, enquanto eu mamava
enquanto eu comia de quatro, a piranha gritava, a piranha gritava.

ela diz que me ama, diz que sou foda na cama,
que nunca ficou com bandido, disse que bandido nao ama
fumando do Kank pra ver se ameniza as neurose da vida
meu copo tá cheio de lama pra ver se melhora minha briza
vozes na minha mente já não me deixam em paz, a vida bandida tive que deixar pra traz

de versace, armani, balmain, já não confiava em ninguém
o trap e o crime me fez de refém, e que eu só queria as de 100
gucci, versace, armani, balmain, já não confiava em ninguém
o trap e o crime me fez de refem, NCF shout out to the gang.
quem disse que o crime nao paga nao tava comigo quando eu comecei
um preto fudido, na terra do branco, do gringo, dinheiro e rei
depois do meu primeiro kilo comecei viver como um rei,
depois do meu primeiro kilo o trap me teve de vez.

E que eu só queria as de 100 , gucci, versace , armani, balmain
já não confiava em ninguém , o trap e o crime me fez de refém
e que eu só queria as de 100, gucci , versace, armani, balmain
já não confiava em ninguém, o trap e o crime me fez de refém

Share on: